Bancos de couro: Acessório popular em automóveis no Brasil

Há algum tempo, os bancos de couro nos automóveis por todo o país deixaram de ser um acessório apenas para carros de luxo para se tornar um item essencial em qualquer carro popular no Brasil.

O Centro das Indústrias e Curtumes do Brasil (CICB) divulgou que o percentual de toda a população brasileira em relação ao couro destinado do setor automotivo ultrapassou a faixa dos 6% no final de 2013. O número chegou a 40 mil toneladas, ou seja, 2,8 milhões de peças, e a expectativa é que, até o final de 2014, o número aumente para mais de 43 mil toneladas.

couroi

No geral, os veículos de entrada ainda não representam esse número crescente de revestimento em couro, mas é possível solicitar a instalação nas próprias concessionárias antes mesmo de retirar o carro zero. Os preços variam entre R$ 1.600 a R$ 2.500, já entre os veículos usados (que podem solicitar o serviço em lojas independentes), o revestimento é integral e feito com couro 100% natural, saindo a partir de R$ 1.500.

Interessante né?

Cuidados com o banco de couro

Bancos do modelo top de linha, EXL, tem bancos de couroSinônimo de luxo e requinte, o banco de couro é um opcional que agrega valor aos automóveis, além de oferecer maior conforto e beleza. E, por se tratar de um acessório tão desejado, também requer um cuidado especial para que seu bom aspecto possa ser mantido por mais tempo, mas isso não significa que essa manutenção seja particularmente complexa, muito pelo contrário, é mais simples do que parece.

Além de ter uma durabilidade maior que os bancos em tecido, sua conservação também é mais fácil e depende apenas do comprometimento do proprietário em condicionar alguns hábitos para manter o brilho do banco de couro por mais tempo, já que a sujeira é mais evidenciada nesse tipo de banco do que nos tradicionais.

O banco de couro tem como uma de suas vantagens o fato da poeira ser mais fácil de ser limpa, no entanto, essa limpeza precisa ser feita com mais frequência, sendo um simples pano seco e macio pode fazer o serviço sem maiores problemas. Se a sujeira parecer mais profunda ou difícil de ser removida, uma leve umedecida em um pano com água e sabão líquido, seguida por uma retirada no excesso com pano seco, será suficiente.

Já os grandes vilões para este tipo de estofado são o calor excessivo e a exposição ao sol. Além das portas e volantes revestidos em couro, os bancos necessitam de um cuidado especial onde a temperatura é mais alta, pois eles ressecam e podem causar rachaduras.

A melhor maneira de garantir o bom aspecto do banco de couro é realizar com frequência hidratação desse revestimento, sem deixar de se aos produtos corretos para que o couro não seja agredido e nem diminua sua durabilidade.