Cuidados com o carro no inverno

O inverno já chegou e com ele veio, também, a neblina e o frio, que ficam maiores à medida que a temperatura cai.

Mas você sabia que, no inverno, os cuidados com o seu automóvel tem que ser redobrados? A Asiatica Automotive pensou em você e separou as melhores dicas para você cuidar do seu carro na estação mais fria do ano.

catedral maringa

Confira algumas dicas de manutenção de seu veículo durante esse período:

 – Pneus carecas são inimigos do piso úmido, verifique em todos os pneus, até mesmo o reserva, sinais de desgastes. Para não correr o risco de fazer uma avaliação errada, peça para um centro automotivo de confiança fazer essa checagem. O balanceamento e alinhamento economizam combustível e prolongam a vida útil dos pneus, por isso, vale lembrar que, por mais que a banda de rodagem seja de alta qualidade, se os pneus apresentarem bolhas na lateral devem ser descartados.

– Em caso de carros movidos a álcool ou flex, mantenha o reservatório de partida a frio abastecido com GASOLINA, isso vai facilitar a partida nas manhãs frias.

neblina SDC10249

– Verifique os faróis e lanternas e, se for necessário, substitua as lâmpadas danificadas pois, se você tiver que dirigir na neblina eles serão essenciais para que você tenha  uma visão limpa da pista.

– Cuidado REDOBRADO com o combustível muito barato no inverno, os combustíveis adulterados geram dificuldade de ligar o motor logo pela manhã, que se acentua quando a temperatura abaixo de 18ºC.

– Deixe o limpador de para-brisa limpo, lavando-o bem para ter uma boa visibilidade na hora de dirigir, lembre-se de manter o reservatório do limpador abastecido com o detergente específico;

thumb_image

– Verifique o visor da parte superior da bateria, se ele estiver VERDE, significa que está tudo em ordem, se estiver PRETO, isso indica que alguma coisa não está correta, portanto, se ele estiver preto, leve o seu carro até o centro automotivo de confiança e peça para verificarem se o alternador e as correias estão funcionando perfeitamente.

Gostaram das dicas? Então, deixe seu comentário! #TeamAsiatica #AsiaticaAutomotive

Vai comprar um carro seminovo? Confira as dicas da Asiatica!

Economizou durante um tempo e agora está pensando em investir na compra de um automóvel? Pensou em comprar um carro seminovo? Vai com calma!

Em momentos como esse, de aquisição de um carro, ainda mais se o veículo não for novo, você precisa prestar muita atenção e se manter informado de todas as condições e riscos que podem ocorrer em compras do tipo.

A Asiatica separou dicas especiais de um especialista da área,para analisar um carro usado antes que você possa efetuar a compra, assim você não vai sofrer com problemas futuros e nenhuma dor de cabeça, como por exemplo, ser enganado e pagar muito mais do que o automóvel custaria!

compra_de_carro_usado1

– Verifique o estado motor, se ele apresentar uma fumaça acinzentada significa que ele está queimando óleo e o reparo vai custar caro.

– Verifique a embreagem do veículo, se ela está pesada ou não, o custo de reparo passa de 2 mil reais se ela não estiver em condições boas para direção.

– Observe os vidros do carro, se ele possuir a marca do Chassi significa que o carro não sofreu nenhum tipo de acidente ou capotamento.

– Verifique a pintura do capô, se estiver opaca pode indicar alguma colisão fronteira, leve o veículo até um mecânico de confiança para que ele verifique o estado do carro.

comprar-carro-300x238

– Analise o odor do interior do carro, se estiver com cheiro semelhante a uma casa de praia, preste muita atenção ao valor pedido para a aquisição do carro, pois é um alto indício de que o carro já sofreu com enchentes.

Inscreva-se em nosso blog para mais novidades! #TeamAsia #AsiaticaAutomotive

Limpador de para-brisa é item de segurança

Limpador de para-brisaBasta imaginar-se em uma rodovia bem movimentada, durante uma pancada de chuva com toda a família dentro do carro e o limpador de para-brisa deixar de funcionar. Aterrorizante, não é mesmo? Por essas e outra que esse componente precisa ser tratado como fundamental item de segurança.

Ele é pequeno e normalmente sua revisão passa despercebida por qualquer pessoa e é aí que mora o perigo. A parte de borracha, conhecida como paleta, precisa de verificação constante, pois o seu desgaste costuma ser o principal problema da ineficiência do limpador. O recomendado é trocá-las, no máximo, uma vez por ano.

Alguns agentes externos como altas temperaturas, sujeira, materiais alcalinos ou ácidos presentes na água, são os principais responsáveis pelo ressecamento prematuro das paletas. Isso pode ser facilmente evitado esguichando-se água nos vidros uma vez ou outra ou passar um pano umedecido.

Utilizar o limpador de para-brisa com as paletas avariadas pode trazer um prejuízo ainda maior para o proprietário. Com o desgaste da borracha, o sistema do braço do motor elétrico responsável pelos movimentos do limpador acaba fazendo um esforço maior do que o normal e isso pode resultar em uma sobrecarga.

Por isso, não espere até esse equipamento te deixar na mão para investir em sua manutenção! Fique esperto!

Crianças no carro? Veja as regras para transportá-las com segurança!

CadeirinhaDirigir com criança no carro requer sempre o máximo de atenção. Seja em longas viagens ou numa simples ida ao supermercado, todo cuidado é pouco e não é apenas o medo de levar multa que o condutor deve levar em consideração. Crianças são frágeis e estão sujeitas a sofrerem maiores traumas em um acidente de trânsito, por menor que ele possa ser.

Apenas o cinto de segurança não é suficiente para garantir a segurança da criança, pois muitas vezes, ele não fica na altura adequada e o próprio impacto pode causar lesões graves ou levar a morte. Criar o hábito de utilizar a cadeirinha em qualquer circunstância é a melhor maneira de se prevenir.

Se você tem dúvidas quanto à utilização correta desse acessório, confira as dicas que separamos:

  • Menores de um ano:

Cadeirinhas do tipo bebê conforto são as mais indicadas. Elas devem estar presas ao cinto de segurança e de costas para o banco da frente.

  • 1 a 4 anos:

Para elas, a cadeirinha deve ser posicionada no meio do banco traseiro. Assim, o condutor terá mais facilidade para checar se está tudo bem com a criança. Essa cadeirinha precisa seguir as especificações relacionadas ao peso e altura da criança.

  • 4 a 10 anos:

Nessa faixa etária, a criança costuma ser grande demais para a cadeirinha, mas pequena para a utilização do cinto de segurança. Por isso, o ideal é posicionar um acento de elevação para o correto posicionamento do cinto.

  • Maiores de dez anos:

A partir dessa idade, a maior parte das crianças já atingiu a altura necessária para a utilização do cinto de segurança e não precisa de qualquer tipo de suporte. Para saber se ela possui a altura adequada, basta verificar se ela consegue encostar os pés no chão do carro estando sentada e com os joelhos dobrados na borda do acento.

Evite levar bebês no colo ou utilizar almofadas para dar altura à criança. Seguindo essas recomendações você evita multas e deixa seu filho bem protegido!

Crianças na cadeirinha

Cuidados com a postura na hora de dirigir

PosturaComo é a sua postura ao dirigir? Você aproxima o banco quase encostando seu peito ao volante ou afasta quase que alcançando o banco traseiro? Deita o banco e depois fica curvado para poder enxergar melhor? Seja como for, saiba que a má postura na direção pode lhe trazer problemas de saúde.

Se você já teve que enfrentar horas no trânsito, sabe que para relaxar a primeira coisa a ser feita é melhorar a sua postura, pois as dores podem surgir em diversas partes do corpo. Ficar atento ao tráfego fará com que você esqueça de tomar cuidados simples ao dirigir e é preciso ficar atento. Confira algumas dicas:

  • Mantenha os membros semiflexionados (nem muito esticados e nem muito dobrados) para não sobrecarregar as articulações;
  • Os joelhos devem estar na altura do quadril e as coxas apoiadas no banco para aliviar a tensão;
  • Quando o carro estiver parado, mantenha seus calcanhares no assoalho (chão do carro) e não nos pedais e procure ficar relaxado;
  • Você deve manter-se encostado no assento, de modo que não escorregue e nem saia do lugar ao fazer curvas;
  • Regule o encosto da cabeça para que fique nivelado com a sua própria altura;
  • Se precisar, encoste o carro e alongue-se um pouco. Depois de horas no trânsito isso pode ajudá-lo a ficar mais relaxado;

Postrua correta

Se você opta em adotar uma postura adequada ao dirigir, além de condicionar melhor seu campo de visão, fica mais confortável e seguro, evitando o cansaço. Adote essa ideia!

Como funcionam os freios abs

Freio absItem obrigatório de fábrica a partir deste ano, o freio abs é um forte aliado do motorista quando o assunto é segurança. Assim como os freios a disco, eles também funcionam a partir do contato entre a pastilha e o disco, mas se diferenciam no controle de bombeamento do fluído que coordena as pastilhas: os freios a disco travam as rodas totalmente, resultando em uma frenagem brusca, já o abs permite que o motorista continue no controle do carro, pois o atrito entre pastilha e disco é parcial.

Assim que vemos um obstáculo na rua, instintivamente enfiamos o pé no freio bruscamente. Essa ação é perigosa e pode causar graves acidentes, pois os automóveis sem o sistema abs tendem a derrapar e se arrastar até que parem completamente, sem que o motorista tenha controle do carro. Nesse caso, o correto seria pisar e soltar o pedal do freio continuamente, o que seria difícil em um momento de surpresa.

O freio abs faz isso automaticamente e facilita a vida do motorista oferecendo mais segurança. Você pode pisar no pedal de freio até o fim que o sistema fará o resto. É importante ressaltar que para que ele funcione plenamente é preciso estar em dia com sua manutenção, inclusive na troca das pastilhas.

Um sistema que garante tranquilidade ao motorista e maior segurança a todos os passageiros.

A importância do Air bag

Air bagBom dia, amigos!

Esperamos que a passagem do ano tenha sido excelente e que 2014 seja um ano ainda melhor que 2013!

Neste primeiro post do ano, vamos falar de algo essencial para nós: nossa segurança!

Mais importante do que desempenho e estética, o seu automóvel deve oferecer segurança. Os automóveis estão saindo de fábrica cada vez mais modernos e é preciso ter equipamentos de segurança que acompanhem essa evolução. O cinto de segurança, por exemplo, proporciona proteção sem causar desconforto. Outro item importantíssimo dessa categoria são os “air bags”.

Antigamente apenas os carros de luxo possuíam esse equipamento, mas agora virou uma exigência às montadoras brasileiras. Para que eles inflem o mais rápido possível, sua composição conta basicamente com acido de sódio e nitrato de potássio e seu balão de ar precisa ser feito de material bem resistente, para que não haja falhas na hora do impacto.

Sua eficácia junto ao cinto de segurança evita que o condutor sofra lesões graves ou fatais. Seu tamanho é especificado pelo fabricante e sua ativação chega a atingir aproximadamente 25 milésimos de segundo após o impacto para proteger a face e o peito do indivíduo, mais rápido que um piscar de olhos.

Um item importante que queremos em nosso carro, mas que não gostaríamos de utilizar nunca!

Vai para a praia? Saiba como ter cuidado com o seu carro

Praia AsiaEssa é a época do ano em que muita gente quer curtir e ter seu merecido descanso. E nada melhor do que por as malas no carro, partir para o litoral e aproveitar a praia, o sol e o mar. Para que esse passeio não se torne um pesadelo, saiba que existem alguns cuidados que você pode ter com o seu automóvel para que ele não sofra com as ações do ambiente. Confira:

  • Da mesma forma que você utiliza o protetor contra as ações dos raios solares também é possível fazer o mesmo com o seu veículo. Uma boa lavagem antes de pegar estrada, seguida de um polimento comum são suficientes para evitar a corrosão da pintura e danos na lataria;
  • O painel do carro também pode sofrer com a ação do sol e, unida à da maresia, podem fazer com que ele comece a descascar. Passar silicone no painel, no volante e nas partes internas das portas oferece proteção a esses componentes;
  • Não cubra os bancos com plástico na intenção de evitar que eles se sujem, pois podem aumentar o calor e, consequentemente, umedecer o estofado. Procure envolvê-los com uma capa impermeável;
  • Forre o assoalho com papel ou jornal para que não suje com areia;
  • Evite dirigir em alta velocidade em terrenos arenosos e tome cuidado nas curvas, pois o carro desliza facilmente nessa situação;
  • Se o carro atolar na areia, não acelere. Utilize o “tapetinho” para formar uma espécie de pista e proporcionar mais contato ao pneu;
  • Após a viagem lave o carro novamente, mas sem esfregá-lo, para evitar que grãos de areia arranhem a lataria. Jogue água sobre ele e passe a mão levemente para eliminar os grãos. Faça uma higienização interna e finalize aplicando uma nova camada de cera no automóvel.

Agora é só ter cuidado no volante e pé na estrada!

As características do freio de mão

Freio de mãoO freio de estacionamento, mais conhecido como freio de mão é um dos componentes do carro que merece atenção, pois usá de maneira correta pode garantir sua eficiência por mais tempo. É importante que ele esteja sempre bem regulado para que não ofereça riscos ao condutor e seus passageiros.

Sua função principal é impedir que o veículo se movimente enquanto estiver estacionado, mas muitas pessoas possuem o hábito de utilizá-lo como auxílio na hora de arrancar em trechos de subidas mais acentuadas. Localizado entre os bancos do condutor e do passageiro, na maioria dos carros, o freio de mão é acionado por uma alavanca que quando puxada para cima, cumpre seu papel.

Em alguns carros ele pode ser acionado por um pedal e nos mais modernos sistema elétrico é acionado por um botão. Como esse componente pode apresentar falhas, seja por desgaste, maus hábitos do condutor ou eventuais problemas, fazer a sua manutenção é a melhor maneira de estar sempre prevenido. Confira algumas dicas:

  • Sempre acione o freio de mão suavemente, para evitar o desgaste prematuro. Puxá-lo de maneira bruta ou rapidamente, pode acabar afrouxando o cabo de aço ou outras partes móveis ligadas a ele;
  • É recomendado que ele produza de 3 à 4 cliques ao ser puxado. Mais que isso, pode significar que ele está desregulado;
  • A diminuição na capacidade de frenagem do carro parado implica no afrouxamento do cabo e a dificuldade para acionar ou soltar o freio de mão provoca seu estrangulamento.

Caso você identifique qualquer irregularidade nesse componente, não demore a resolver o problema pois, se ele perder sua funcionalidade, pode lhe trazer grandes problemas e causar graves acidentes.

Dicas para dirigir na chuva

Dirigir chuvaOs dias chuvosos costumam registrar os maiores números de acidentes de trânsito, e por isso, a atenção tem que ser redobrada. Seja em meio a um temporal ou mesmo em uma chuvinha de verão, o asfalto molhado ou a baixa visibilidade são fatores que oferecem riscos até para o motorista mais experiente.

Tentar atravessar locais alagados pode ser uma péssima ideia. A aquaplanagem (quando o pneu do automóvel perde o contato com o solo) é um inimigo em potencial aos motoristas, pois durante esse momento não há o controle da direção e sua proporção pode ser ainda maior se o carro estiver em alta velocidade ou se os pneus estiverem carecas.

Por isso, separamos algumas dicas que podem garantir mais segurança ao condutor nos dias de chuva. Confira:

  • Ande em velocidade reduzida e procure manter uma distância mínima de 8 metros do veículo à sua frente;
  • O farol pode ser um grande aliado nesses momentos. Além de servir como guia para o motorista que segue atrás de você ele melhora a sua visão e diminui o risco de colisão. Evite acionar o farol alto ou o pisca alerta quando o carro estiver em movimento para não prejudicar e confundir os outros condutores;
  • Não freie bruscamente nem faça manobras arriscadas. Lembre-se de que o asfalto molhado irá limitar as ações do seu automóvel;
  • Em caso de temporais ou chuvas mais fortes, pare o carro no acostamento, acione o pisca alerta e espere a chuva parar ou diminuir;
  • Lembre-se de manter as paletas do para-brisa em bom estado de funcionamento para que ele não te deixe na mão quando precisar. Mantenha sua velocidade de acordo com o volume de água;
  • Lembre-se de manter um pano seco em seu automóvel para eventuais contratempos. Se o desembaçador costuma demorar para desobstruir sua visão use o pano e evite limpar o vidro com as mãos pois, a gordura natural da pele pode piorar a situação. Além disso, ligar o ar-condicionado ou deixar poucos centímetros do vidro aberto pode ajudar no processo.

Em todo caso, vale lembrar que os maiores perigos em se dirigir em dias de chuvas costumam estar sempre camuflados e as condições são mais perigosas e traiçoeiras. Fique alerta!