Mulher no volante…

Mulher no volanteInfelizmente, o preconceito com relação a mulher no universo automobilístico ainda existe. E, embora elas estejam participando mais ativamente da decisão na hora da compra, geralmente são vistas como leigas quando o assunto se trata de mecânica automotiva e direção defensiva.

Surpreendente, uma pesquisa feita pela empresa Inglesa Unipart Automotive, as mulheres estão se destacando. A empresa fornecedora de peças automotivas, conta que a preocupação com a mecânica e o bom desempenho dos carros também parte do público feminino com a mesma frequência dos homens.

A pesquisa ainda apresenta dados interessantes. Foram entrevistados 2 mil homens e boa parte não sabia responder sobre as caraterísticas do automóvel: um terço desconhecia a localização do macaco e o compartimento em que se deve colocar água para refrigerar o motor, além disso, 19% não tinha ideia de como abrir o capô do carro.

Não é interessante? Agora ficou difícil dizer que mulher no volante é um perigo constante.

Previna-se do calor

Dirigir no solO calor excessivo dos últimos dias tem chamado a atenção de todos, especialmente se levarmos em conta o mal estar causado pelas altas temperaturas. E ter que suportá-las dentro do carro pode ser muitas vezes uma experiência desagradável que põe em risco a sua saúde e a de seus passageiros.

Se não bastasse o estresse causado pelo simples fato de ficarmos presos no trânsito, adicionar calor a isso pode comprometer não apenas a sua saúde mental, mas também a do seu corpo. Esse episódio pode levar a desidratação do indivíduo, resultando em fadiga, tontura, sonolência e nos piores casos, pode levar ao desmaio.

Dentro do veículo, a sensação térmica pode ser de até 5°C mais quente que a temperatura real, por causa do ambiente fechado e do calor proveniente do motor. Entretanto, não precisa se preocupar, pois é possível se prevenir de maneira simples. Manter-se bem hidratado, se preocupando com a reposição de potássio e sódio, evita que o motorista passe por situações de risco devido ao calor excessivo. Beber bastante água e comer algumas frutas é a grande dica.

Em casa você também pode se preparar. Se houver suspeita de trânsito intenso no seu trajeto, procure ver os horários com menor movimentação de carros e invista em roupas leves. Na hora de estacionar procure as vagas na sombra. No entanto, se o seu carro tiver de ficar debaixo do sol durante um bom tempo, abra as portas e janelas antes de entrar para que o vapor quente saia e quando estiver dirigindo.  Investir no ar-condicionado também é uma excelente opção.

Driblar esse calor pode parecer difícil, mas essas dicas podem ajudar você a se preparar melhor.

Se beber, não arrisque

Dirigir bêbadoQuem costuma ingerir bebida alcoólica sabe o quanto é perigoso dirigir sob o efeito da bebida. Embora cientes disso, muitos ainda insistem em arriscar. Existem aqueles que possuem métodos duvidosos para inibir tais efeitos, comendo doces, bebendo café ou tomando remédios. Alguns ainda afirmam serem melhores condutores depois de beber “umas”. Por favor, não se iluda!

Mesmo que você se sinta confiante, seus reflexos psicomotores estarão comprometidos e sua visão desorganizada, por isso as chances de você provocar um acidente são altas e involuntariamente você se torna um suicida e criminoso em potencial. Os efeitos variam de pessoa para pessoa, mas em todo caso você terá que assumir os riscos.

Dirigir em estado de embriaguez no Brasil gera multa no valor de R$ 1.915,40. Além disso, o condutor pode ter a carteira de habilitação retida pelo período mínimo de 12 meses, pena de detenção que pode ser revestida em serviços comunitários e pagar fiança proporcional. A conhecida “Lei Seca” passou a aceitar diversos meios de provas para identificar se o motorista está alcoolizado, além de testes de sangue ou bafômetro. Testes clínicos, depoimentos ou vídeos podem servir como prova para apontar se o condutor está realmente embriagado.

Portanto, não arrisque! Poucos minutos podem definir o resto da sua vida.

Cuidados com a postura na hora de dirigir

PosturaComo é a sua postura ao dirigir? Você aproxima o banco quase encostando seu peito ao volante ou afasta quase que alcançando o banco traseiro? Deita o banco e depois fica curvado para poder enxergar melhor? Seja como for, saiba que a má postura na direção pode lhe trazer problemas de saúde.

Se você já teve que enfrentar horas no trânsito, sabe que para relaxar a primeira coisa a ser feita é melhorar a sua postura, pois as dores podem surgir em diversas partes do corpo. Ficar atento ao tráfego fará com que você esqueça de tomar cuidados simples ao dirigir e é preciso ficar atento. Confira algumas dicas:

  • Mantenha os membros semiflexionados (nem muito esticados e nem muito dobrados) para não sobrecarregar as articulações;
  • Os joelhos devem estar na altura do quadril e as coxas apoiadas no banco para aliviar a tensão;
  • Quando o carro estiver parado, mantenha seus calcanhares no assoalho (chão do carro) e não nos pedais e procure ficar relaxado;
  • Você deve manter-se encostado no assento, de modo que não escorregue e nem saia do lugar ao fazer curvas;
  • Regule o encosto da cabeça para que fique nivelado com a sua própria altura;
  • Se precisar, encoste o carro e alongue-se um pouco. Depois de horas no trânsito isso pode ajudá-lo a ficar mais relaxado;

Postrua correta

Se você opta em adotar uma postura adequada ao dirigir, além de condicionar melhor seu campo de visão, fica mais confortável e seguro, evitando o cansaço. Adote essa ideia!

Dicas para dirigir na chuva

Dirigir chuvaOs dias chuvosos costumam registrar os maiores números de acidentes de trânsito, e por isso, a atenção tem que ser redobrada. Seja em meio a um temporal ou mesmo em uma chuvinha de verão, o asfalto molhado ou a baixa visibilidade são fatores que oferecem riscos até para o motorista mais experiente.

Tentar atravessar locais alagados pode ser uma péssima ideia. A aquaplanagem (quando o pneu do automóvel perde o contato com o solo) é um inimigo em potencial aos motoristas, pois durante esse momento não há o controle da direção e sua proporção pode ser ainda maior se o carro estiver em alta velocidade ou se os pneus estiverem carecas.

Por isso, separamos algumas dicas que podem garantir mais segurança ao condutor nos dias de chuva. Confira:

  • Ande em velocidade reduzida e procure manter uma distância mínima de 8 metros do veículo à sua frente;
  • O farol pode ser um grande aliado nesses momentos. Além de servir como guia para o motorista que segue atrás de você ele melhora a sua visão e diminui o risco de colisão. Evite acionar o farol alto ou o pisca alerta quando o carro estiver em movimento para não prejudicar e confundir os outros condutores;
  • Não freie bruscamente nem faça manobras arriscadas. Lembre-se de que o asfalto molhado irá limitar as ações do seu automóvel;
  • Em caso de temporais ou chuvas mais fortes, pare o carro no acostamento, acione o pisca alerta e espere a chuva parar ou diminuir;
  • Lembre-se de manter as paletas do para-brisa em bom estado de funcionamento para que ele não te deixe na mão quando precisar. Mantenha sua velocidade de acordo com o volume de água;
  • Lembre-se de manter um pano seco em seu automóvel para eventuais contratempos. Se o desembaçador costuma demorar para desobstruir sua visão use o pano e evite limpar o vidro com as mãos pois, a gordura natural da pele pode piorar a situação. Além disso, ligar o ar-condicionado ou deixar poucos centímetros do vidro aberto pode ajudar no processo.

Em todo caso, vale lembrar que os maiores perigos em se dirigir em dias de chuvas costumam estar sempre camuflados e as condições são mais perigosas e traiçoeiras. Fique alerta!