Selo Inmetro deve estar em todos os carros até 2017

O Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), do Inmetro, existe desde 2009 – quando começou a ser estudado junto com as marcas Chevrolet, Fia, Honda, Kia e Volkswagem – e conseguiu, no ano passado, a adesão de mais de 30 marcas, que possuem o selo do Inmetro em seus carros, com as exigências do regime Inovar-Auto (novo regime automotivo, lançado pelo Governo com o intuito de promover a competitividade da indústria automotiva nacional).

Veiculo / Etiqueta de consumon de combustivel dos automoveis da Kia

A entidade espera que, até o ano de 2017, todas as marcas existentes no mercado estejam participando do programa. A meta em comparação ao ano passado é melhorar a eficiência energética em 12%, o que significa que a diminuição de consumo de combustível deve ser em torno de 13,6%, que é considerada a média dos modelos à venda de cada fabricante.

ford-ka-etiqueta-conpet-1402007624468_300x420

Acredita-se que a maioria das fábricas tentará atingir pelo menos o primeiro nível, incluindo todos os custos de difícil repasse ao preço final de venda. O PBEV ainda inclui dados de emissões de gases reguladas e de efeito estufa (CO2 fóssil), cerca de 36% dos modelos participantes precisam vir de fábrica com a etiqueta nos carros em exposição nas lojas, mas o programa deixa claro que, até 2017, mesmo que aos poucos, todos os veículos de todas as marcas terão de fixá-las, assim os compradores poderão valorizar os veículos mais eficientes.

Como recorrer a uma multa de trânsito?

Para toda infração de trânsito cometida, deve ser emitida primeiro uma notificação de autuação, que é entregue pelo agente de trânsito ou por correio em sua residência!

rodizio-550x326

Saiba como proceder logo após receber essa autuação e os procedimentos cabíveis que você deve tomar para tentar recorrer da sua multa: