Montadoras asiáticas estão tomando o mercado  

Um cenário de maior competição e uma grande diversidade de marcas se acentuou no final de 2013, transformando de vez o perfil do mercado de automóveis no Brasil.

 As quatro montadoras mais tradicionais no país (Fiat, Volkswagen, Ford e General Motors) obtiveram uma queda em veículos licenciados, representando 67,5% das vendas em 2013; em 2002 esse número atingia a marca de 83,6% e, desde então, elas vem cedendo espaço para marcas menos tradicionais.

10012014074540

 No início dos anos 90, várias marcas francesas e japonesas deram início na instalação de fábricas no país, entre elas, Renault, Honda, Mitsubishi e a Peugeot Citroën. Essa evolução industrial ganhou certa velocidade em 2013 com a vinda da Toyota e da Hyundai, movimentando o mercado de modelos compactos e gerando mais volumes de vendas.

Os altos percentuais de expansão das marcas asiáticas colocam o Brasil em posição próxima do cenário de difusão de marcas dos Estados Unidos, onde as montadoras asiáticas somam mais de 45%.

 Viram como os carros asiáticos estão ganhando cada vez mais mercado?

Nacional ou importado?

DoneSe você é um apaixonado por carro, sabe que na hora de comprar um automóvel, sua escolha não deve basear-se apenas na característica estética. Existe uma série de fatores que podem tornar a sua vida muito mais simples. Optar por um carro fabricado no Brasil garante algumas vantagens, porém os importados também possuem particularidades que não devem ser ignoradas.

O primeiro fator a ser determinado será o poder aquisitivo de cada pessoa e a partir daí as vantagens e desvantagens devem ser levadas em consideração. Carros fabricados em outros países, por exemplo, oferecem equipamentos de segurança mais eficientes e proporcionam maior conforto. Em contrapartida a manutenção desses carros costuma ser mais complexa pelo fato das peças de reposição não serem encontradas tão facilmente quanto as dos modelos nacionais.

É claro que um carro importado, além de notável, possui itens de fabricação mais completos, enquanto um nacional oferece maior demanda de mercado. O que vai depender mesmo é o gosto do proprietário e sua disposição quanto a particularidade que cada modelo possui.